Aparelho removível

O aparelho móvel é encaixado na boca, mas pode ser removido pelo paciente. Há diversas formas e situações para o uso do mesmo: ortodôntico, onde o aparelho realiza pequenas movimentações; ou ortopédico, no qual o aparelho trabalha nas correções de alterações ósseas. Por ser removível é possível tirá-lo para comer, escovar os dentes e até mesmo utilizar o fio dental. Informações de como proceder na higienização do seu aparelho móvel podem ser oferecidas pelo seu dentista.

 

aparelho móvel

 

Quem deve usar o aparelho móvel?

O aparelho móvel faz parte da Ortopedia Funcional dos Maxilares, portanto, mais do que movimentar os dentes, ele tem a função de reeducar a musculatura facial, estimular o desenvolvimento ósseo e muscular, portanto é muito indicado para crianças de seis a doze anos. Apesar de parecer muito cedo, esse período pode ser crucial para corrigir estas falhas. Problemas como mordidas cruzadas, mordidas abertas e falta de crescimento da mandíbula, por exemplo, devem ser tratados o quanto antes. Como o tratamento não movimenta os dentes e sim a musculatura e as funções da boca, não há problema se a criança ainda possui dentes de leite, já que eles não serão o alvo do tratamento.

 

Principais características do aparelho

Há diversos tipos de aparelhos móveis e o dentista vai escolher o mais adequado à cada situação. De maneira geral, o aparelho móvel é mais indicado para crianças de até doze anos, e o aparelho fixo para adolescentes e adultos. O aparelho móvel corrige problemas ósseos e funcionais, sendo que o tratamento pode levar de um a dois anos. Após esse período haverá uma análise para saber se será necessário o uso do aparelho fixo. Mas, antes de tudo, é preciso aguardar a troca de todos os dentes.

 

Placas ortodônticas

Há alguns aparelhos móveis que são usados para aplicar força nos dentes, conhecidos como placas ortodônticas. Essas placas agem apenas em uma das arcadas, e são bem presas. Normalmente elas perdem para os aparelhos fixos na precisão e por isso são substituídas pelos aparelhos fixos no tratamento de adultos. Os aparelhos funcionais (o aparelho móvel tratado neste texto) têm pouca aplicação para adultos, neste caso, as placas podem ser usadas em situações simples.

 

Necessidade dos aparelhos móveis

Algumas características são importantes de observar para saber se a criança pode vir a necessitar de um tratamento ortodôntico. É importante verificar se os dentes estão nascendo desalinhados ou se estão ocupando o espaço de mais de um dente para nascer. Outra questão é a posição do queixo se está muito para frente ou para trás, prejudicando os dentes e a assimetria da boca e da face. Se a criança respira pela boca, range os dentes, rói unha, chupa dedo ou chupeta, ou se ela fala projetando a língua entre os dentes, são fatores que devem ser considerados e constantemente observados. Um dentista fará a avaliação adequada e indicará qual o melhor tratamento.