13 agosto 2017
Comentários: 0

Categoria: anatomia
13 agosto 2017, Comentários: 0

A anatomia da Bucal

Você conhece a anatomia da sua boca? Sabe da importância? Então, parece uma pergunta simples, e é, a boca é formada por gengiva, dentes, língua, palato, céu da boca, bochecha e lábios. Até aqui lhe parece familiar, não é mesmo? Esse conjunto é responsável pela primeira parte da digestão. E como o corpo humano é uma maquina perfeita, tudo deve estar alinhado e funcionando direitinho para que esta engrenagem não atrapalhe a função das demais. Além da saúde é claro, a boca tem uma grande relevância social e funcional para o indivíduo.

Lábios

Começando pelos lábios, uma das suas primeiras habilidades é sugar, e são fundamentais para alimentação a partir dos primeiros minutos de vida, a amamentação depende deles. E a lista de tarefas segue em funções como falar, respirar… Nem sempre paramos para avaliar a importância de cada órgão do nosso corpo, por menor que seja, mas tudo funciona como uma grande fábrica, e deve funcionar bem, nossa função e cuidar de todos eles.

Dentes

Os dentes têm a tarefa de triturar os alimentos, eles são aqueles que facilitam todo o resto. Tem também a gengiva, ela sustenta e nutre os dentes.

Língua

Na mastigação, a língua é responsável por misturar e impulsionar os alimentos para a sequencia do processo de deglutir. Ela também é quem identifica o paladar, o gosto dos alimentos, auxiliada pelo céu da boca, as bochechas e glândulas salivares.

Arcada Dentária

Já nos primeiros meses de vida a arcada dentária começa a se formar. E é a partir daí que os cuidados com a higiene devem começar, os dentes devem ser bem limpos sempre, isso irá garantir a saúde e qualidade dos dentes por toda a vida do indivíduo. A primeira dentição, a chamada dentes de leite, vai até os 6 ou 7 anos e é composta por 20 dentes. Estes darão lugar a dentição permanente que inicia com 28 e vai se findar com os dentes do siso logo mais na adolescência completando 32 dentes. Os dentes são divididos em incisivos (são os 4 dentes da frente, tanto superior, quanto inferior), caninos (posicionados logo após os incisivos, são 4 no total, conhecidos como “presas” correspondem aos dentes mais resistentes da arcada) os pré molares e os molares são os dentes maiores, posicionados ao fundo. Além de ser a estrutura mais resistente do corpo, capaz de resistir até a carbonização a temperaturas altíssimas, é nos dentes que fica preservado, por mais tempo, o material genético de uma ossada, é por isso também que é através da arcada dentária que é feito o reconhecimento de cadáveres, com a comparação da arcada.

Como é o dente por dentro?

A começar pela gengiva, ela fica do lado de fora, mas é responsável por dar sustentabilidade ao dente, ela fica sobre o osso alveolar. A primeira camada do dente, é o esmalte, essa camada branquinha que vemos, ele reveste a coroa e é bem resistente e mineralizado. Depois vem a dentina, que é um tecido avascular mais mole. Entre a dentina e o osso alveolar, na parte interna, existem o cemento, que protege toda a raiz do dente, e o ligamento periodontal que faz a ligação do dente com o osso e tem função formadora, remodeladora, nutricional e sensorial, é um tecido intensamente fibrilar e celular. E por último vem a polpa, a estrutura interna do dente, onde encontra-se o nervo e os vasos sanguíneos.

anatomia do dente da boca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *