25 março 2019
Comentários: 0
Categoria: dentista
25 março 2019, Comentários: 0
clareamento dental fato ou fake

Nosso detetive secreto vai contar essa informação e olha só o que ele tem para falar: O clareamento a laser não é feito com laser, na verdade o clareamento a laser não existe. Se o algum dia você fez este procedimento não saia correndo pro PROCON ainda, espere um pouquinho que já vamos explicar. O laser atua na sensibilidade dos dentes, apenas. Todo clareamento é feito por gel, partimos deste princípio. Mas, os dentistas têm sim um aparelho que ativa estes géis.

Agora sim, existe um aparelho que tem uma luz azul que ativa o gel. Segue a ordem: o clareamento dental é feito pelo gel e pode ser ativado pela luz azul. Já o laser é usado para diminuir a sensibilidade. A base do tratamento segue sendo a mesma, aquela que você também faz em casa, com os clareadores e as moldeiras e se esses produtos não forem de qualidade, de nada adianta a luz azul que acelera o processo. Então cuidado com isso, os valores cobrados podem ser muito alterados por esse fator, mas dê preferência para dentistas que utilizem produtos de qualidade.

Aí vai a explicação técnica: os géis clareadores diminuem o tamanho das moléculas de pigmentos que compõem a estrutura interna dos dentes, fazendo com que os dentes reflitam mais luz, aparentando serem mais claros. Isso tudo através de oxigênios livres presentes nos géis. A luz azul acelera o contato e diminui o tempo de tratamento. Mas o melhor resultado continua sendo com a técnica do clareamento associado, a que você faz no consultório e continua em casa.

Provavelmente quem criou a expressão “Clareamento a Laser” pensou em uma forma de simplificar a explicação, possivelmente foi algum marqueteiro com a intenção de vender o tratamento. Afora isso, tudo certo, ninguém foi lesado, mas as explicações não eram bem claras.

Agora que você já sabe toda a verdade, vamos falar da eficácia do clareamento dental associado à luz azul. Primeiramente você precisa saber que os géis clareadores não enfraquecem os dentes. Eles podem sim, deixar os dentes mais sensíveis em alguns casos, mas isso não é regra, pelo contrário, são exceções. A maior concentração do gel altera somente o tempo de tratamento e o quão brancos os dentes irão ficar. Nos tratamentos feitos em casa, com moldeiras, a concentração do gel pode variar entre 3,5 a 20% – acima disso somente pode ser feito no consultório. 

Não existe solução milagrosa, resultados começarão a aparecer após os primeiros 5 dias apenas. O uso das moldeiras em casa variam de 1 a 6 horas/dia e os tratamentos no consultório exigem pelo menos 2 sessões de no mínimo 1h cada. Mesmo assim o tratamento é intangível, cada paciente reage de forma diferente. E por fim, sim a alimentação é diferenciada durante o tratamento, alimentos muito pigmentados não são recomendados. Agora “bora” ficar com os dentes branquinhos por que é bonito e tá na moda!

Deixe uma resposta