21 agosto 2017
Comentários: 3
21 agosto 2017, Comentários: 3

Como a boca reage a falta de dentes

 

A falta de dentes na boca chama-se edentulismo e promove grande prejuízo estético para o sorriso e para a qualidade de vida. Muito além da saúde emocional, a ausência de um dente pode causar o desalinhamento de toda a arcada. A função mastigatória exerce muita força sobre os dentes que trabalham juntos. Se houver um espaço vazio, todos os dentes irão se movimentar para completar esse espaço. Com isso irão desalinhar toda a mordida (oclusão).

Aliás, a falta de um único dente pode trazer prejuízos à saúde em geral. A capacidade de mastigação fica muito reduzida. Com isso interfere na ingestão do bolo alimentar que pode decorrer em problemas estomacais e intestinais. A oclusão, que é quem orienta o processo mastigatório, fica comprometida na ausência de um dente que afeta toda a mordida e pode decorrer em disfunção da articulação temporomandibular (articulação que liga o maxilar ao crânio) e pode ocasionar dores de cabeça, ouvido, tonturas, problemas de postura, respiratórios e de fonética.

 

prejuízo com a falta de dentes

 

Falta de dentes na infância

As crianças estão sempre muito sujeitas a acidentes. Se uma criança perde um dente antes da hora, e o aparecimento do dente permanente ainda demore, isso pode resultar em uma movimentação indesejada da arcada. As sequelas são, tanto para a dentição, quanto para os hábitos alimentares, bruxismo, projeção da língua entre outros.

falta de denta da criança

 

Falta de dentes na fase adulta

Os problemas decorrentes do edentulismo já vimos acima. Mas na fase adulta a odontologia tem uma série de opções para resolver esse desconforto. Os dentes podem ser repostos através de implantes ou próteses, depende da sugestão do dentista e da condição financeira do paciente.

A respiração o que tem a ver com a composição dental?

A respiração bucal é vista normalmente como um fato simples. Mas que a médio e longo prazo pode apresentar prejuízos irrecuperáveis. Ela acontece junto com a mastigação, apesar da boca não fazer parte do sistema respiratório. Muitas pessoas adquirem o hábito de respirar por ela. Essa prática, comumente começa lá na infância, por diversos motivos. Pode ser que algum desvio de septo, ou mesmo uma gripe, dificulte a respiração pelo nariz. Mas o problema mais comum mesmo é a má oclusão dentária. Atualmente os problemas respiratórios são cada vez mais comuns na infância e estão constantemente relacionados com a respiração pela boca.

Quando a criança começa a respirar pela boca, vários problemas começam a ocorrer. A língua começa a ficar mais baixa, em contato somente com a arcada inferior. E para facilitar a respiração oral, a criança também começa a projetar a cabeça para frente, mudando a postura da coluna cervical. Essas alterações, aos poucos, vão prejudicando os ossos do maxilar. Com tudo isso, a criança também pode apresentar baixo rendimento escolar, sonolência e cansaço.

consequências da falta de dentes no perfil

 

Ortopedia facial

Como estávamos falando acima, respirar pela boca pode prejudicar o desenvolvimento da arcada dentária e da face, a ortopedia facial pode tratar esse problema. Aliás, a ortopedia facial é um grande avanço para a ortodontia, ela ajuda a corrigir uma serie de más oclusões que irão evitar diversas doenças periodontais.
A Ortopedia facial é uma especialidade dirigida ao diagnóstico e tratamento do mau posicionamento dentário e das alterações faciais ajustando a função mastigatória e melhorando a estética. Esta correção é feita através de aparelhos dentários que se baseiam na movimentação da arcada, influenciado pela força (pressão) do aparelho sobre os dentes.

 

3 responses on “Falta de dentes? Como a boca reage

  1. Wagner disse:

    Excelente site amigo, parabéns Deus te abençoe!

  2. Frederico Becker disse:

    Ótimo conteudo, acho bem importante oferecer conteudo de qualidade e educar o público. Hoje, com a internet disponível para a maioria das pessoas, o nosso trabalho fica mais fácil. Parabéns ao equipe Sorridere! O seu colega do Florianópolis, SC, Dr. Frederico Becker, Implant Clinic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *