21 maio 2016
Comentários: 0
21 maio 2016, Comentários: 0

Fique atento aos perigos do clareamento dental!

O clareamento dental é aquele que trará os seus dentes bem branquinhos de volta, é um tratamento indicado a partir dos 16 anos, exceto para mulheres grávidas, amamentando ou para quem possui grave problema de sensibilidade nos dentes.

 

Mas como é feito o clareamento?

O clareamento pode ser a laser feito no consultório do dentista, ou clareamento caseiro, feito em casa com utilização de moldeiras e géis clareadores.

 

clareamento dental

 

Clareamento feito no consultório ou em casa, o que muda?

Sobre clareamento existem muitos mitos e verdades, antes de mais nada procure saber o que é seguro e o que não é. Em casa ou no consultório a diferença é a técnica do tratamento, o mais importante saber é que tratamento feito em casa não pode envolver produtos caseiros. Entenda bem: clareadores não são vendidos em farmácias ou internet, e também não existe receita caseira de clareamento dental segura.

A diferença entre estas duas técnicas é o tempo do tratamento, a laser é mais rápido, mas exige maior investimento. Quando os dentes forem muito escuros, a aplicação das duas técnicas pode ser mais eficaz.

 

Mas afinal, o que são clareadores caseiros?

Veja bem: clareamento dental caseiro é aquele em que o dentista confecciona uma moldeira e o paciente utiliza para aplicar os géis clareadores. Estes produtos devem ser profissionais e não confeccionados em casa ou adquiridos de fontes dúbias.

Tem também aqueles conhecidos como tratamentos caseiros, aqueles feitos com creme dental clareador, fitas ou enxaguantes, estes não são eficazes no clareamentos. São hábitos favoráveis ao não escurecimento dos dentes com o passar dos anos, servem pra retirar pigmentações superficiais apenas.

 

Atenção:

O clareamento somente deve ser feito com a orientação de um dentista. A praticidade do tratamento chama a atenção dos falsários e hoje os produtos clareadores podem ser comprados até mesmo na internet. Mas tratam-se de produtos com composição química que se não for de qualidade podem causar danos a saúde do usuário, ferimentos irreversíveis nas raízes dos dentes e gengivas.

 

A prática ilegal vem crescendo no país:

A oferta da “beleza fácil e barata” é um mercado crescente na pirataria no Brasil. Considerado ilegal por lei desde janeiro de 2015 a venda de produtos clareadores dentais tem novas regras fixadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A regra vale para produtos que contenham uma concentração maior que 3% de peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida que se enquadra na maioria dos clareadores específicos para o tratamento. Quando se tratam de cremes dentais ou enxaguantes bucais a composição não chega atingir este percentual.

 

Clareadores recuperam a cor de restaurações e/ou próteses?

Não, restaurações com resinas ou próteses não vão clarear, somente o esmalte do dente é que vai. Estes matérias podem ser conservados com determinados cuidados como evitar o fumo e consumo de alimentos e bebidas bastante pigmentados como: cafés, refrigerantes com muitos corantes.

 

Se procurar um dentista posso fazer clareamento o quanto quiser?

Cuidado, a exposição exagerada à produtos químicos podem causar o efeito contrário e manchar os dentes, use somente a dosagem indicada pelo dentista. Passado um tempo o tratamento pode ser repetido conforme o dentista indicar, enquanto isso abuse dos cremes dentais, escovas de dentes e enxaguantes bucais!

Deixe uma resposta