Não tente mentir para o seu dentista! Saiba por quê:

19 outubro 2015
Comentários: 1

Categoria: dicas
19 outubro 2015, Comentários: 1

Não se preocupe, seu dentista não tem super poderes e tampouco consegue ler a sua mente. O que ele tem são “super” conhecimentos, que garante conhecer seus hábitos, e até mesmo alguns diagnósticos, muito além do que você imagina. Para isso ele só precisa examinar a sua arcada dentária. Pronto, muita coisa se revela! Quer saber o quê? Confira:

1 – “Eu uso fio dental sempre, seu dentista!” – Não adianta passar o fio dental somente antes de ir ao consultório e dizer que esse hábito é diário. O dentista consegue perceber, já que a gengiva apresenta um pouco de sangramento.

2 – Você pode estar grávida! – Calma gente, o médico é a única pessoa indicada para confirmar ou não uma gravidez. O que pode fazer o dentista suspeitar de uma possível gravidez é a gengivite! Há um alto índice de grávidas, cerca de 40%, que desenvolvem gengivite durante a gravidez. Isto ocorre devido o aumento de progesterona no corpo feminino, facilitando o desenvolvimento bactérias na boca. Que fique claro, o consultório odontológico não é o local indicado para esse tipo de consulta, ok?!

3 – “Eu parei de roer as unhas, eu juro!”. – Talvez isso cole para a sua mãe, mas para o seu dentista não, e olha que ele nem precisa ver as suas unhas. O atrito entre os dentes e o estresse causado pelo hábito, evidencia fissuras e desgastes. A melhor solução é parar de mentir e de roer.

4 – Chupar o dedo – Se você tem mais de 7 ou 8 anos é melhor parar agora mesmo com este hábito. A partir dessa idade os efeitos para quem chupa o dedo podem prejudicar a mordida e a posição dos dentes. Esses indícios são facilmente percebidos pelos dentistas.

5 – “Coma feijão, menino!” – A deficiência de vitaminas e minerais pode ser detectada pelo dentista. A falta de ferro por exemplo, pode ocasionar feridas na sua boca e até mudar o aspecto da língua. O dentista, em alguns casos, pode observar essas mudanças e recomendar uma consulta médica.

6 – Açúcar demais! – Quando há um desequilíbrio em relação ao açúcar no organismo a gengiva pode dar alguns sinais como inchaço, sangramento e sensibilidade. Além disso, até mesmo a consistência da saliva pode mudar.

7 – Falando em açúcar, você exagera no refrigerante? – Outro fator que pode ser observado pelo dentista é se você anda abusando de refrigerantes ou outras bebidas ácidas, como os energéticos. Essas bebidas enfraquecem os dentes e podem ocasionar rachaduras. Você pode até pensar que lascou o dente por outro motivo, mas talvez a verdadeira origem do problema o seu dentista possa desvendar.

8 – Bebendo demais? – Se você diz que vai demorar no trabalho e a sua rota diária é o bar da esquina, cuidado! Seu dentista também pode encontrar evidências em sua boca. A bebida alcoólica “seca” a boca e facilita assim o surgimento de cáries, já que não há saliva para evitar o aparecimento delas. Além disso, as bochechas rosadas e o hálito são indícios muitas vezes incontestáveis.

E o seu dentista já descobriu alguma coisa antes mesmo de você falar? Conte pra gente através do seu comentário!

One response on “Não tente mentir para o seu dentista! Saiba por quê:

  1. Karine Hasse disse:

    Mentir para o dentista ou p o médico é mentir pra si mesmo!

Deixe uma resposta