Quando criança, quem nunca imaginou a cárie como um bichinho que comia os dentes?

Na verdade, quem causa a cárie dentária são bactérias, que não são bichinhos, são micro-organismos. A ação destes micro-organismos nos tecidos dos dentes causam séria destruição. A desmineralização dos tecidos como o esmalte, a dentina ou cemento, é causada por ácidos produzidos pela fermentação bacteriana e pode “comer” o dente chegando até a dentina e a polpa a raiz e causar perda total. Além disso, estas bactérias podem atingir a corrente sanguínea e causar graves infecções em outras partes do corpo.

 

cárie dental pega.

 

Como começa uma cárie dentária?

A partir do momento que a bactéria se fixa no esmalte que fica na superfície do dente, ela já começa agir e formar pequenas cavidades que aos poucos vão sendo invadidas, e assim a cárie dental vai aumentando e tomando conta de todo o dente, além disso ela pode passar de dente para dente.

Como evitar a formação de cáries dental?

Em primeiro lugar a escovação e o uso do fio dental. Escovar de duas a três vezes ao dia e fio dental ao menos uma. Sempre que puder utilize produtos que contenham flúor como enxaguantes bucais. Uma limpeza geral feita pelo dentista deve ser repetida uma vez a cada 6 meses, somente uma limpeza mais profunda consegue remover totalmente a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva. Os cuidados com a saúde em geral rebatem nos dentes, faça dieta balanceada e evite açucares e carboidratos.

cárie dentária

 

Por que a alimentação influencia no aumento das cáries nos dentes?

As bactérias que causam as cáries se alimenta do açúcar que fica na saliva, quanto mais ela se nutre, mais elas forma placas e mais enfraquece o esmalte do dente favorecendo a formação das cáries. O esmalte funciona como uma camada de proteção e é formado por proteínas e minerais de cálcio e fosfato, se o ph – potencial de hidrogênio (que indica a acidez) estiver baixo, pode causar a dissolução do esmalte o que fragiliza o dente.

Que outros fatores podem favorecer a formação de cáries nos dentes?

A hereditariedade tem papel importante na predestinação da deterioração do dente, além de doenças como a Xerostomia (boca seca). Mas o motivo mais importante mesmo dependo dos cuidados investidos (como escovação, fio dental e flúor) é a alimentação e a saúde. Prefira alimentos ricos em cálcio, ferro e fósforo.

Somente crianças desenvolvem cáries?

Não, embora seja mais comum em crianças os adultos também estão dispostos a ela. Uma doença trivial em adultos que causa cáries é a Xerostomia, ocasionada por falta de saliva decorrente do uso de medicamentos.

Quais são os tipos de cáries?

As cáries podem ser de três tipos: coronária, radicular e recorrente.

A cárie coronária é aquela que ocorre tanto na criança quanto no adulto e se localiza nas superfícies dos dentes.

Cárie radicular acontece em consequência da idade, a medida em que envelhecemos a gengiva, que é responsável por proteger a raiz do dente, retrai deixando a raiz exposta facilitando a formação de cáries.

Mesmo após já ter restaurado o dente a cárie pode ser recorrente, a deterioração pode ocorrer em volta da obturação e/ou coroas existentes, isso porque nestas áreas existem maior propensão à formação de placas.

Como sei quando tenho uma cárie? Qual os sintomas?

Apenas o dentista pode afirmar. Na etapa inicial a cárie dentária é difícil de ser identificada, quase não dá pra ver a olho nu. Conforme ela avança vai dando alguns sinais como a diminuição do brilho do esmalte, e incômodo com certos alimentos, principalmente os doces e ácidos. Começa também a apresentar maior sensibilidade, tanto ao frio quanto ao calor.

Conforme a cárie dentária vai avançando, vai deixando o dente mais fraco podendo até quebrar. Buracos começam a surgir, o dente vai mudando de cor e começa a doer.

A prevenção ainda é o melhor remédio, recomenda-se uma visita ao dentista a cada meio ano.

Cárie dói?

Sim, a cárie dentária constitui um problema grave. Se não for tratada pode atingir a polpa (nervo do dente) o que pode ocasionar um abscesso que só pode ser acertado com tratamento de canal, que é muito mais invasivo que uma restauração, ou em casos mais graves, extração completa do dente.

Como tratar uma cárie dentária?

Quanto mais rápido procurar o dentista, melhor! Somente ele pode resolver. O dentista vai fazer uma restauração ou obturação como também é conhecida. Ele remove toda a cárie do dente com os equipamentos cirúrgicos necessário e preenche toda esta área (buraco) com material próprio para restauração. Por fim, ele dá o polimento e o acabamento final e o dente ficará perfeito como se jamais tivesse recebido qualquer intervenção.